Artigo: Como a tecnologia ajuda o varejo a se reinventar?

Por Vladimir Lima

O varejo é o campo da economia que traz a possibilidade de crescimento e de expectativas positivas para oportunidades de negócio. Segundo a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), adotar a tecnologia no processo de vendas deve fazer parte das estratégias empresariais, proporcionando maior movimentação e melhores experiências para o público.

Varejo | Foto: Alexas_Fotos

Uma pesquisa de 2015, da Zebra Technologies Corporation, revelou dados fundamentais para entender a importância da tecnologia no varejo. Segundo os dados levantados, 58% dos consumidores sentem-se influenciados a investirem mais, quando existe grande variedade de produtos disponíveis. Ainda, 72% dos consumidores preferem comprar presencialmente, em detrimento da loja online, por conseguirem analisar o produto fisicamente, verificarem os descontos exclusivos e obterem ajuda de funcionários. Também, 63% dos consumidores declararam que estão mais abertos a técnicas de “upsell” (a venda de itens mais caros, mas com qualidade superior), quando é prestado bom atendimento. Essas informações mostram que é importante termos informações sobre o consumidor e sobre estoque para que seja possível realizarmos ações assertivas com o intuito de aumentar vendas e fidelizar o cliente.

Com auxílio da tecnologia, o varejista pode gerenciar as informações do ponto de venda em tempo real. Assim, ele passa a ter conhecimento sobre fluxo de produtos e determinados comportamentos do cliente, ganhando eficiência na análise de dados e podendo oferecer rapidamente serviços personalizados que melhor se adaptem à necessidade do local.

As empresas estão constantemente em busca de inovações, portanto, investir em alta tecnologia é garantir a melhor aderência do público, aumentar o engajamento, ter maiores taxas de crescimento e contornar a crise. As ferramentas, quando utilizadas de forma correta e inteligente, acarretam boas experiências às pessoas, o que garante o maior interesse pelas marcas e, consequentemente, maior expansão das vendas.

Vladimir Lima é presidente da Compart Marketing e Tecnologia